O Espírito Empreendedor Dos Jovens Brasileiros

No Brasil, a busca pela independência no trabalho é uma das principais características dos jovens de 17 a 24 anos. 

De acordo com pesquisa de 2017 do Sebrae, serviço brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas, no estágio inicial, o número de empreendedores com idade entre 18 e 34 anos aumentou de 50% para 57% nos últimos anos.

Aproximadamente 15,6 milhões de pessoas pensam em abrir seu próprio negócio em um curto prazo. A pesquisa também mostra que tem aumentado a proporção de indivíduos que buscam oportunidades para realizar atividades com retorno financeiro, assim, buscam liberdade e flexibilidade em seus horários e funções.

Aproveitando as Oportunidades

Quando alguém decide começar um negócio do zero, mesmo que ainda tenha outras formas de renda e atividades profissionais, mesmo que faz por acaso. Geralmente não são pessoas que precisam mudar de carreira rapidamente, mas profissionais que desejam aumentar sua renda. Geralmente, quem tem alto nível de escolaridade, consegue alcançar um certo grau de independência de trabalho.

O Espírito Empreendedor Dos Jovens Brasileiros

Jovens estudantes universitários tendem a aproveitar as oportunidades na faculdade. Há vários relatos de que as pessoas passam a vender brigadeiros, sanduíches, artesanato e até outros tipos de alimentos nas universidades porque veem um grande número de consumidores nesses locais.

Necessidade de empreender

O empreendedorismo por necessidade está relacionado ao aumento do desemprego ou à busca por fontes de renda mais urgentes e básicas. Quem quer abrir seu próprio negócio por não ter uma escolha profissional melhor, muitas vezes passa a fazer parte daqueles que assumem responsabilidades por necessidade.

O empreendedorismo por necessidade também depende da situação econômica do país. Por exemplo, com o surgimento da Covid-19 e o aumento do número de demissões, aumentou muito o número de pessoas iniciando negócios no Brasil por falta de opção de trabalho.