Entenda a importância de fazer um check up no seu pet

Descubra o que pode ser identificado e por que fazer exames periódicos no seu pet

Assim como para os seres humanos, a medicina preventiva é extremamente importante e também deve ser aplicada nos animais.

Há quem diga que, para animais, os exames periódicos são ainda mais importantes, já que existe uma grande dificuldade de identificação de sintomas leves mas que podem ser preocupantes. 

Fazer check ups anuais em cães e gatos traz uma tranquilidade ainda maior para seus tutores que, por mais atentos e presentes que sejam, não conseguiram identificar quando seu pet precisa de um médico. 

Na veterinária, a medicina preventiva auxilia em reconhecer o desenvolvimento de doenças e, além disso, descobrir sinais precoces de condições e processos degenerativos que podem vir a ser um problema. 

Podemos utilizar a mesma linha de raciocínio de quando pensamos sobre a importância de check ups periódicos para nós mesmos. Qualquer doença ou condição negativa de saúde, quando descoberta no início, pode ser tratada e eliminada de maneira bem mais assertiva. 

É improvável que consigamos perceber dores iniciais, perda de visão, problemas digestivos e qualquer tipo de desconforto que seja leve, mas alarmante.

 

Por que fazer exames periódicos?

Quem não deseja passar o máximo de tempo possível com seu pet? Acompanhar a sua saúde física pode significar um aumento considerável do tempo de vida do seu cão ou gato. 

Estes exames periódicos ajudaram a diagnosticar as chamadas doenças silenciosas que estão lá, mas não são perceptíveis. 

A diabetes e a hipertensão são os dois exemplos mais comuns de doenças silenciosas que podem causar danos graves à saúde do pet e que você não conseguirá identificar sem uma ida ao veterinário.

Outra questão que precisa ser levada em consideração é a existência de doenças comuns em raças específicas. 

Algumas condições são mais propensas a acontecer quando o porte do animal é grande, por exemplo. Raças como o Golden Retriever tem propensão a desenvolver displasia, já gatos persas costumam ter problemas nos rins e fígado. 

A genética do seu pet é de extrema importância para a sua saúde e veterinários qualificados saberão direcioná-los a exames próprios para seus possíveis problemas.

 

O que é analisado no check up?

O check up está em alta. O entendimento e o compartilhamento da importância deste tipo de cuidado está cada vez mais fazendo parte da rotina de tutores de pets. 

Você sabia que 60% das consultas veterinárias são relacionadas a check up de rotina? Neste tipo de consulta, além das vacinas serem colocadas em dia, é comum que o médico veterinário peça três bases de exames e análises:

  • Anamnese: investigação e estudo de sinais comportamentais, frequência do cio, alimentação, hidratação, passeios diários e relacionamento com outros animais;
  • Exame físico: variando conforme o porte, raça e idade, nos exames físicos são considerados a pele, as pulgas e carrapatos, ouvidos, dentes, coração, pulmões e pressão arterial;
  • Exames laboratoriais: esta análise contemplará exames de sangue, avaliação de rins e fígado, além de, caso a vermifugação não esteja em dia, identificar se o cão ou gato está ou não com vermes.  

 

Quais doenças podem ser identificadas?

As doenças identificáveis por meio dos check ups periódicos são diversas. Os exames costumam ser completos e a investigação proveniente das averiguações são de suma importância para curto, médio e longo prazo do bem-estar do animal. 

O recomendado é que os exames sejam realizados anualmente, já que os pets envelhecem com uma velocidade muito mais rápida do que a dos seres humanos. Vale lembrar que quanto mais idoso o pet, a indicação é que a frequência de idas ao veterinário seja ainda maior, ok?

O melhor dos cenários, nestes casos, é que você encontre um veterinário de confiança para acompanhar seu pet durante a periodicidade dos exames. 

Com isso, será possível entender de maneira muito mais individual a evolução da saúde do seu animal de estimação, levando em conta o seu histórico passado e o conhecimento mais específico da rotina semanal de condições. 

É de praxe que qualquer alteração identificada nos exames, o veterinário indique análises complementares para investigar profundamente as causas e desdobramentos da variação. 

Separamos as principais doenças que podem passar despercebidas pelos tutores e que a identificação é possível por meio do check up anual da saúde do seu pet:

  • Alergias - muitas vezes alimentares;
  • Artrites/artroses;
  • Câncer - principalmente animais acima de 8 anos e não castrados e gatos de vida livre;
  • Cistite;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doenças endócrinas como hipotiroidismo (em cães), hipertiroidismo (em gatos) e diabetes;
  • Doenças periodontais (o tártaro, além de causar mau cheiro na boca, também é fonte de infecção bacteriana);
  • Doenças renais, especialmente em gatos acima de 8 anos;
  • Obesidade;
  • Otite, ou seja, inflamação ou infecção do conduto auditivo; 
  • Vermes.

 

A escolha da clínica veterinária

Algumas dicas são muito bem-vindas para fazermos a melhor escolha quanto à clínica e o profissional mais indicado para o nosso pet. Uma das coisas mais relevantes é a de optar por uma clínica veterinária 24h

Imprevistos são comuns quando se trata de animais de estimação e ter a segurança de ter um lugar preparado para nos atender a qualquer hora do dia ou da noite é essencial. 

Faça uma pesquisa na internet classificando os lugares mais próximos da sua casa ou de fácil acesso. Entre no site da clínica, procure pelo nome dos veterinários, veja quais são os serviços oferecidos e entenda os diferenciais de cada opção. 

Leve a idade do seu cão ou gato em consideração, ok? O ideal, para um acompanhamento mais específico, é que você faça esta escolha o quanto antes e comece sua rotina de check ups com rapidez.