Saiba como os pets podem ser uma agradável companhia em tempos de distanciamento social e como a pandemia pode ter os afetado

É inegável que a pandemia do coronavírus afetou o estilo de vida de todas as pessoas, já que o distanciamento social ainda é necessário para combater a contaminação do vírus.

Com diversos estabelecimentos e locais de trabalho fechados, o home office está mais presente e os animais de estimação se tornaram companhias diárias de todos aqueles que ficam em casa.

Principais impactos dos animais durante pandemia do coronavirus
Para muitos tutores, apenas estar em companhia de seu pet já é uma boa dose de bem-estar, já que comprovadamente os animais de estimação elevam os níveis de hormônios neurotransmissores responsáveis por esse sentimento bom.

Apesar de a quarentena ter afetado muito a saúde mental das pessoas com a mudança brusca de rotina, a companhia de um bichinho de estimação tem um papel importante para ajudar a manter-se bem.

Ainda por estarmos em situação complicada no mundo, as adoções viraram uma solução para afastar a solidão que o distanciamento causou. Pesquisas confirmam que a busca por um pet aumentou consideravelmente entre março e setembro de 2020.

 

O impacto da adoção

A relação entre tutores e animais de estimação geralmente fazem bem para ambos, já que a saúde emocional do animal também é importante.

Os animais ainda precisam de atenção e cuidados para entender suas necessidades e seus eventuais problemas e, durante o distanciamento social, isso se mostra cada vez mais preciso.

Alguns estudos mostraram que, no caso de alguns cães, eles sofrem mais com a pandemia, já que os passeios se tornaram menos frequentes e, se o tutor não passa tanto tempo em casa, eles tendem a se sentirem mais tristes.

Então, se você estiver de home office e estiver disposto a adotar um cãozinho para ser seu parceiro, procure sempre mantê-lo em sua companhia e brinque em intervalos, ajude-o a ficar bem!

No caso dos gatos, eles por si só já são mais independentes e se acostumam rápido a uma rotina mais solitária, mas isso não significa que eles também não precisam de companhia e afeto.

Durante a pandemia, a relação com tutores e felinos também pode começar a ser mais aprofundada.

Os gatos têm a fama de serem animais muito independentes e, que gostam de carinho no seu tempo e não quando o tutor quer lhe oferecer.

A relação pode ser aprofundada nos meses de confinamento, fazendo os donos de felinos entenderem mais sobre a personalidade do seu pet, seja ele um gato agressivo ou mais passivo.

Já para os tutores, a adoção, em tempos onde ver amigos e família é algo perigoso, funcionou para muitos não se sentirem mais isolados e solitários.

Mas, as pesquisas de 2020 mostram que muitos dos tutores não agiram de forma impulsiva na adoção, já que era um desejo pré-pandemia.

É importante ressaltar que, quando se trata de uma adoção, ela precisa ser altamente responsável, para evitar que os animais sejam devolvidos ou abandonados.

Se você gostaria de adotar cão ou gato e tem algum tipo de problema respiratório como asma, ou rinite, é interessante que procure outros animais para ser seu companheiro, uma vez que os pelos podem causar crises.

Existem diversas opções de animais de estimação para serem adotados, sejam os peixes, coelhos e até mesmo os roedores farão ótima estadia durante a quarentena.

 

Os benefícios de animais de estimação para a saúde 

É mais que provado cientificamente que ter um pet de estimação tem bons efeitos terapêuticos, como a diminuição de estresse, ansiedade e aumento do bem-estar físico e mental.

A saúde da mente é um tema ainda bastante abordado na pandemia pois, crises de ansiedade e outros diversos problemas podem afetar algumas pessoas que não estão acostumadas à falta de contato físico com outros.

Para a saúde física, os animais também dão ótimos benefícios, como é o exemplo do cachorro, que precisa de alguns passeios semanais, o que influencia diretamente, na prática de exercícios físicos.

Além disso, a presença de um animal de estimação poderá proporcionar-lhes momentos de grande felicidade, e o cérebro humano automaticamente irá liberar os hormônios do prazer.

 

Os cuidados veterinários na pandemia

Mesmo em uma grande pandemia, é importante estar atento à saúde do seu companheiro. Estar em dia com as consultas veterinárias são essenciais para confirmar o bem-estar dele.

Contudo, com tempos de incerteza, o ideal é procurar um médico veterinário em condições emergenciais.

Lembrando que, de acordo com o Código de Ética do Médico-Veterinário, consultas feitas online são proibidas, então em casos de emergências, o ideal é encontrar uma clínica que seja de fácil acesso.

Para a ida ao veterinário, é necessário seguir todos os protocolos de segurança e garantir que o estabelecimento também esteja se protegendo.

Se possível, procure marcar um horário para a consulta e, em casos de emergência, tente ao máximo evitar aglomerações. Isso garante a sua proteção e a dos profissionais que irão atender o seu pet.

Em São Paulo, a clínica veterinária Vet Quality possui um setor apenas para emergências e um hospital 24 horas para atendê-los. Marque uma consulta e mantenha a saúde do seu animal de estimação sempre em dia.

 

Poste um Comentário

Amigo leitor, deixe o seu comentário :)

Postagem Anterior Próxima Postagem