Ad Horizontal

A dentística, ou odontologia estética, é uma área focada especialmente no cuidado com a aparência dos dentes e a harmonia do sorriso.

No entanto, no decorrer dos tratamentos que visam o alcance da beleza bucal, muitos problemas com a saúde podem ser resolvidos e os benefícios são sentidos, inclusive, no bem-estar do paciente.

A boca é um dos principais focos do rosto e, geralmente, a característica mais notada durante uma conversa. Assim, muitas pessoas que possuem deformidades na formação dentária sofrem a repercussão dessa insegurança no seu dia a dia.

Odontologia estetica
Desde desconfortos na comunicação interpessoal até distorções na sensação de autovalor e dificuldades com o devido posicionamento em ambiente profissional e escolar, a fisionomia dentária afeta emocionalmente pacientes de diferentes idades e classes sociais.

Estudos realizados pela Faculdade de Odontologia da UFMG indicaram que, ainda que algumas deficiências dentárias não apresentem interferências na capacidade de execução das tarefas diárias, o impacto psicológico como o desconforto e a inabilidade emocional causam efeitos negativos na qualidade de vida do paciente.

Deste modo, a odontologia desenvolveu diversas maneiras de corrigir defeitos, melhorar a aparência dos dentes e do sorriso, enquanto cuida da funcionalidade e da integridade bucal. Uma das formas mais comuns de fazê-lo é por meio das restaurações dentais.

Assim, além de remover o agente danoso aos dentes, o dentista também cuida do semblante restabelecendo a forma original por meio da manutenção direta na superfície dentária ou por meio da confecção de materiais que possam ser encaixados ao redor do dente, como a lente de contato.

Tipos de procedimentos cosméticos

Da mesma forma que existem diversos tipos de problemas bucais que as pessoas querem ou precisam consertar para ter uma aparência e saúde melhor, há também a mesma variedade de tratamentos que visam consertá-los.

Esses procedimentos são atrativos, principalmente, pela rapidez com que os resultados são obtidos e pela durabilidade dos seus efeitos. 

Para isso, eles podem ou não ter uma natureza invasiva, e existem diferentes técnicas de procedimentos que alcançam efeitos semelhantes.

Por isso, a escolha final sobre qual é a melhor opção vai depender da necessidade de cada paciente, as suas preferências individuais, a duração da intervenção, o preço e a necessidade de manutenção, devendo ser avaliado em conjunto com o profissional.

1. Lente de contato dental

A lente de contato dental consiste em placas de porcelana que medem entre 0.3 e 0.5 milímetros de espessura e são fixadas ao redor dos dentes para melhorar o aspecto visual do sorriso.

Esse é um procedimento pouco invasivo, que pode ser concluído em até três sessões e proporciona benefícios como a correção do espaçamento entre os dentes, harmonização dos tamanhos, correção do escurecimento e manchas, e ainda cobre quebras e rachaduras.

Muitos pacientes se perguntam quanto custa lente de contato dental, mas o valor desse tratamento vai depender do tipo de material utilizado. 

A placa de porcelana pode ser confeccionada a partir de cerâmica feldspática, silicato de lítio, vidro cerâmico ou zircônia.

Além do preço, o material escolhido afeta a longevidade do procedimento, o resultado final e a frequência da manutenção. 

A duração média do procedimento é de 10 a 20 anos, mas as consultas de rotina devem ser feitas uma vez por ano ou a cada seis meses.

2. Tratamento ortodôntico

A ortodontia é responsável pelo conserto de falhas no crescimento dos ossos faciais, na disposição dos dentes e no encaixe da mordida. 

Para isso, o tratamento utiliza do aparelho invisível – ou outros tipos de aparelhos –, que ajuda na realização da movimentação dos dentes.

Esse processo serve para arrumar problemas estruturais graves, como o diastema (separação inadequada entre os dentes), a má oclusão, o desalinhamento dos dentes, o espaçamento do céu da boca e até a pressão na articulação temporomandibular, que geralmente não podem ser solucionados por tratamentos cosméticos.

Existem diversos tipos de aparelhos fixos e móveis que são confeccionados com metal, cerâmica, policarbonato e até safira. 

Os materiais são escolhidos de acordo com a necessidade do tratamento, a resistência do produto e a preferência do paciente.

As pessoas que optam por usar um aparelho dental invisivel, geralmente optam por um procedimento entendido como sendo mais estético, o que pode impactar na autoestima durante o procedimento e até no custo final. 

Isso ocorre porque são materiais transparentes e tão resistentes quanto à versão metálica mais comum. Além disso, esses dispositivos são altamente eficientes, duradouros e discretos.   

3. Implante dentário

Todos os pacientes que sofreram perdas de dentes devido a doenças ou a algum tipo de trauma bucal, podem ser aptos para a colocação do implante dentário.

Esse procedimento cirúrgico consiste na fixação de placas de titânio nos ossos mandibulares, a fim de substituir a raiz do dente e sustentar uma prótese de porcelana que preencherá o espaço vazio.  

Justamente por poder reparar a perda de uma unidade, um grupo ou de todos os dentes, o implante é uma opção mais cômoda do que a dentadura e auxilia na melhora da fala, na mastigação e na aparência física, preservando a gengiva e a massa óssea.

Contudo, o valor de um implante dentário pode variar de acordo com a condição da estrutura óssea do paciente. Pois, caso tenha ocorrido a perda excessiva do tecido de sustentação do dente, o cirurgião pode precisar fazer um enxerto prévio no local.

Nos casos menos complicados, todo o processo cirúrgico e a cicatrização podem demorar cerca de oito meses. Já em casos que exigem a reposição óssea, esse tempo pode aumentar para até dois anos.

Mas ainda assim a espera pode valer a pena, uma vez que a duração do produto pode ser de 15 a 20 anos. Enquanto a manutenção deve ser feita apenas a cada seis meses ou um ano.

4. Clareamento dental

Segundo a Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE), nos últimos anos, a procura por tratamentos cosméticos odontológicos aumentou cerca de 300%. Por isso, a maioria dos pacientes têm optado pelo clareamento dental.

Isso porque além de ser um tratamento completamente não invasivo, o procedimento que visa remover as manchas e o tom amarelado da superfície dentária é mais barato do que as demais intervenções estéticas e deixa o sorriso mais bonito imediatamente.

Ele pode ser realizado de três formas diferentes:

  • Em consultório com o auxílio de lasers e luzes ultravioletas;
  • Em casa, por meio de um kit e moldeira, disponibilizados pelo dentista;
  • Na combinação dos métodos, o tratamento se inicia no consultório, mas é continuado pelo próprio paciente.

Desta forma, o método escolhido pode alterar o quanto custa uma lente de contato dental

No entanto, todas essas técnicas são completamente seguras e raramente apresentam efeitos colaterais, como a sensibilidade ou a irritação gengival, desde que feitas com um profissional especializado.

Ao contrário dos métodos naturais que usam bicarbonato de sódio e limão, o gel clareador não é ácido e, portanto, não corrói o esmalte dentário. 

Por isso, sempre que o paciente quiser fazer alterações na coloração dentária é preciso fazê-lo com o acompanhamento e supervisão profissional. Os resultados podem ser sentidos por até três anos, sem a necessidade de retoques. 

O procedimento pode, também, ser realizado como o complemento de outro, como quando será feita a colocação de uma única lente de contato ou após o uso do aparelho dentário.

Odontologia estetica sorriso

 

Impactos dos procedimentos estéticos na autoestima

A autoestima pode afetar a forma com que enxergamos a nós mesmos, o modo que nos relacionamos socialmente e profissionalmente, além de influenciar nas tomadas de decisões e autoconfiança.

Enquanto isso, ter quebras, manchas ou até mesmo a falta de um ou mais dentes, causam tanto desconforto nas pessoas que muitos pacientes sentem vergonha de abrir a boca nos próprios consultórios odontológicos.

Por isso, realizar esses procedimentos estéticos, além de ter impactos na saúde bucal, também melhoram o bem-estar e a qualidade de vida. 

Assim, realizar tratamentos que aperfeiçoam a aparência dos dentes pode:

  • Melhorar a produtividade no trabalho;
  • Facilitar as interações interpessoais;
  • Ajudar na manutenção da autoestima;
  • Desenvolver relacionamentos pessoais;
  • Aperfeiçoar a capacidade de aprendizado.

Além disso, o cuidado com a beleza do sorriso pode ajudar muito na saúde geral das pessoas, e isso se dá porque o paciente pode ser considerado apto para um procedimento cosmético, o dentista precisa garantir a saúde dos dentes e das gengivas.

Por isso, é necessária a remoção constante de cáries, o tratamento da sensibilidade e das inflamações gengivais, bem como a realização constante de limpezas profundas para a remoção de placas bacterianas e o tártaro.

Devido à necessidade de manutenção, o paciente precisa passar por avaliações odontológicas com maior frequência.

Essas ações tornam mais fácil a detecção prematura de doenças e ajudam a evitar complicações que podem acometer todo o organismo.

Dentes fortes são naturalmente mais bonitos, por isso o cuidado com a saúde bucal precisa sempre andar junto com a beleza do sorriso. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Poste um Comentário

Amigo leitor, deixe o seu comentário :)

Postagem Anterior Próxima Postagem

Ad Quadrado Artigo