Saiba como o gin pode dar um contraste a mais na sua refeição

A prática de harmonizar as refeições com algumas bebidas é comum na vida de diversas pessoas.

Há um tempo o gin foi considerado uma “bebida de velho”. Porém, atualmente ele voltou a ser referência em festas, bares e restaurantes.

garrafa de gin
O gin é uma bebida destilada que contém ervas misturadas com o zimbo em sua base. O zimbo é o ingrediente que não pode faltar, uma vez que ele é o responsável por caracterizar a bebida.

 

Tipos de gin

Os gins podem ser distinguidos de acordo com a sua categoria aromática e podem ser divididos em 5 categorias:

  • Clássico: o zimbo é o seu ingrediente principal, o que caracteriza o seu gosto seco, cítrico e picante;
  • Cítrico: o sabor deste gin pode ser caracterizado  por notas de laranja, tangerina, limão ou grapefruit. No seu aroma, essas especiarias são bem marcantes;
  • Floral: este, como o próprio nome descreve, é desenvolvido com a base de aroma de flores e frutas, como uva verde, jasmim e violeta;
  • Aromático: sua composição tem uma base botânica que pode agregar algumas especiarias como canela, noz moscada, coentro e vários tipos de pimenta;
  • Herbal: seu ponto forte é o sabor de ervas como hortelã, alecrim e até mesmo o manjericão.

Essas são as opções que possibilitam a criação de novos drinks que podem ser acompanhados nas mais diversas refeições.

A verdade é que a harmonização de comes e bebes pode ser feita em qualquer tipo de situação, prato ou drink, sendo ele alcoólico ou não. Mas uma coisa não dá pra negar: o gin pode ser acompanhado por tudo!

Seja um almoço de negócios ou um jantar de comemoração, a degustação do gin sempre vai cair bem com a refeição que lhe for melhor para a ocasião.
O segredo é misturar o sabor doce e amargo de todos os tipos de gins, conforme a sua refeição.

 

Regras da harmonização

As regras da harmonização são divididas em sabores e aromas, o que irá lhe auxiliar na hora da escolha da comida ou bebida.

Não há segredo quando você já conhece os seus gostos e quais comidas e bebidas lhe caem bem.

Para achar as melhores formas de harmonização é simples: testar. Procure se aventurar e provar comidas que podem cair bem com o gin.

O mais importante da harmonização é procurar manter o equilíbrio dos sabores, para que nenhum dos sabores se sobressaia do outro. 

Ou seja, o intuito da harmonização é criar um terceiro sabor na refeição. Dar uma leve adocicada no que pode ser um pouco mais amargo e vice-versa. 

A seguir vamos dar algumas dicas de como você pode experimentar novos sabores com a companhia do gin.

 

Frutos do mar

frutos do mar
Alguns apostam que a mistura descontraída do gin com os frutos do mar pode dar um resultado muito agradável no sabor.

Para este prato, recomenda-se os gins florais, que contém uma mistura de flores e frutos.

A refeição à base de frutos do mar e peixes como bacalhau e merluza são ótimas opções.

 

Churrasco

Muitas pessoas costumam associar o churrasco com cerveja ou até mesmo whisky, uma vez que as duas bebidas são as mais encontradas na hora de comer uma boa carne assada.

Na harmonização dos pratos com o drink, o contraste é o ingrediente que não pode faltar nessa combinação.

Funciona como uma limpeza do paladar para receber o sabor da carne, que consegue deixar o sabor dela muito mais gostoso.

 

Petiscos

É Muito comum nos bares e restaurantes proporcionarem alguns aperitivos antes da grande refeição. Geralmente o cliente pede por um tipo de aperitivo com o vinho.

Para aqueles que querem apreciar mais o paladar, o gin tônica com comidas que contém queijo parmesão, legumes e até mesmo anchovas.

Essa mistura tem uma ótima reputação nos estabelecimentos, ganhando muito mais visibilidade e adoração pelo paladar dos clientes.

Outras comidas que podem entrar na lista para serem acompanhadas com o gin além dos aperitivos são os bolinhos de arroz e guacamole de cenoura. 

O gin tônico amazônico é uma ótima opção para estes acompanhamentos, uma vez que a combinação entre o toque brasileiro se mistura com um toque europeu.

 

Chocolate

Aqui vamos dar uma dica muito diferente, já que o chocolate é um ingrediente que pouquíssimas pessoas não gostam.

O chocolate pode ser um ótimo ingrediente para ir diretamente para o drink. Isso mesmo, a combinação do doce do chocolate com o álcool encontrado no gin dá uma sensação de novo sabor que deve ser conhecido.

 

Experimente receitas diferentes do gin

Agora que você conhece mais sobre o gin, adquira os melhores rótulos e que melhor se adequa para a sua ocasião.

Para dar mais um toque na sua refeição, nada melhor do que pedir uma bebida nova para diferenciar e sair um pouco da rotina.

Os gins têm diversas formas de serem preparados, assim como existem opções dos mesmos.

drinks

O Gin Tônica, mais conhecido, é bem simples de ser feito. Junto com a água tônica, gelo e a casca do limão, o seu drink vai ser um ótimo acompanhamento na refeição.

Dry Martini é outro queridinho que também é delicioso e um bom acompanhamento. Ele é preparado com vermute, gelo e azeitona, e é muito difícil não se deliciar com esta iguaria. 

O Negrori, assim como o Dry Martini, vem acompanhado do vermute, o que difere é que além do gin, ele vem junto com o bitter. O gelo deve ser adicionado somente no final do preparo.