Anda preocupada com seus cabelos que vêm caindo no chuveiro ou pela casa?

Vale a pena pensar que existem momentos em que o cabelo cai mais do que em outros, como por exemplo após o parto, durante a amamentação ou até mesmo entre o fim do verão e o outono.

Nem sempre é fácil darmos nome ou motivo para queda de cabelo nas mulheres, visto que, muitas vezes, os sintomas é o que ajudam para o achar o real problema. 

Tudo sobre queda de cabelo femininoA queda de cabelos em mulheres geralmente é causada por conta de vários fatores no mesmo tempo, sendo eles genéticos, hábitos de vida e até mesmo falta de cuidado com os cabelos.

Quando a quantidade de fios que caem é maior do que o esperado, temos uma queda de cabelos com diversas causas que precisam ser investigadas e uma delas pode ser a calvície.

A calvície pode afetar até 40% das mulheres após a menopausa, porém existem outras causas bem comuns para a queda de cabelo feminino. Algumas delas será citado abaixo:

 

Deficiência de vitaminas, proteínas e minerais:

O cabelo é parte do nosso corpo e precisa de nutrientes adequados para se manterem saudáveis, podendo ter como solução uma massagem na cabeça durante o banho, fazendo assim com que o sangue circule melhor na região do cérebro, permitindo que as vitaminas que corram no sangue chegando até os fios para o melhor fortalecimento.

 

Medicações orais:

Diversos remédios tem como efeito colateral a queda de cabelo, entre eles os antidepressivos, inibidores de apetite, anabolizantes, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, anticoagulantes, anti-inflamatórios, anticoncepcionais, entre outros.

 

Anticoncepcionais:

São um dos motivos da queda de cabelos em mulheres com sensibilidade à todas as variações hormonais, podendo acontecer durante o uso ou meses após sua interrupção, sendo este um dos remédios nos quais muitas mulheres estão tomando desde cedo, tanto para não engravidar, quanto para a produção de hormônios para regular a menstruação.

 

Pós-parto:

A culpa, novamente, é da variação hormonal, que inicia na gravidez e altera o chamado ciclo do pelo. A queda acentuada pode ocorrer por até 6 meses após o parto, pois juntamente com a amamentação o corpo ainda está em mudança.

 

Distúrbios hormonais:

Doenças da tireoide, Síndrome dos Ovários Policísticos, além de doenças envolvendo hormônios como o cortisol também estão ligadas à queda de cabelo.

 

Hábitos de vida:

O cabelo reflete bastante no equilíbrio do nosso organismo, por isso, tem hábitos que provocam mudanças hormonais ou que dificultam a absorção de nutrientes como estresse, sedentarismo, tabagismo e má-alimentação podem refletir no problema, porque o sangue que corre em nossas veias é o que nos leva os nutrientes para todo o corpo.

 

Cuidados capilares inadequados:

Práticas incorretas de coloração com tintas inapropriadas e formol, alisamentos e alongamentos levam à quebra do fio, seguida de queda. O mesmo vale para uma frequência inadequada de lavagens e uso de produtos que contribuem para a produção excessiva de sebo, até mesmo a forma de utilizar o condicionador, aplicando errado nas raízes do cabelo auxiliam nas quedas capilares.

 

Problemas no couro cabeludo:

Por diferentes motivos, doenças como dermatites, psoríase, micose e outras do couro cabeludo enfraquecem os fios e podem resultar em queda, devido as coceiras e ao motivo em que a pele da cabeça começa a descascar tirando assim toda a vitamina do fio.

Por fim, vamos nos preocupar mais com o que tomamos, como levamos nossa alimentação e principalmente com exercícios, para que as vitaminas e nutrientes do nosso corpo consiga chegar em todos os lugares mais precisos, como coração e a cabeça, para além disso continuarmos bela com autoestima alta e confiança. Qualquer duvida mais profunda, acesse o site https://www.dicasdemulher.com.br/queda-de-cabelo/

 

BEAUTVIP

Este é o melhor remédio, no qual temos as vitaminas que precisamos além de não afetar nenhum pouco nas questões hormonais. Onde podemos encontrar? É só acessar o site https://beautvip.com/